Fragatas com saudades de andar de AC...

domingo, 26 de janeiro de 2014

Minas de São Domingos


Minas de São Domingos
28 e 29 de dezembro 2013




Já há vários anos que ouvíamos falar de "Minas de São Domingos" como uma aldeia simpática para visitar de AC mas mesmo assim fomos surpreendidos pela positiva! É verdade que a meteorologia ajudou e o sol em Dezembro tornou o nosso passeio muito agradável, mas esta aldeia mineira possui o encanto próprio das suas ruínas industriais.




A área mineira de São Domingos foi desde a Antiguidade um local de exploração e extracção de minérios. Existem indícios de que já no período pré-romano e romano se extraía ouro, prata e cobre, mas a sua exploração moderna iniciou em 1858 pela companhia "Mason&Barry" e manteve actividade até 1966.




Fica inserida na faixa piritosa ibérica e dela durante cerca de 108 anos, foram extraídos cerca de 25 milhões de toneladas de vários minérios, sobretudo cobre, zinco, chumbo e enxofre!



O percurso pode ser realizado de automóvel ou BTT, nós realizamos parte a pé e os meninos de bicicleta!





A aldeia possui área de serviço para AC (2€), situada na Praça Catarina Eufémia.

Pernoitamos na praia fluvial da Tapada Grande, que fica mesmo na aldeia e permite a visita a pé às ruínas da mina. É linda, bem preservada, com zona de merendas, anfiteatro, parque infantil e no verão podem alugar-se gaivotas e canoas... No estacionamento da praia existe uma informação de proíbido o estacionamento de ACs e caravanas mas estavam várias estacionadas, sobretudo inglesas e holandesas, todos de modo ordeiro e civilizado, a aproveitar ao máximo o sol e a natureza...






Parte da aldeia está situada no Parque Natural Vale do Guadiana, zona com património natural característico e com espécies animais e vegetais endémicas.


Visitamos a exposição no Cine Teatro que permite imaginar como já foi uma aldeia cheia de vida e de actividade, com hospital, farmácia e até sala de espectáculos com actividade regular.
Esta exposição que se intitula " Por terras do chapéu de ferro", mostra alguns objectos usados na época, até podemos ver um antigo aparelho de rx...






E porque viajamos com a nossa cadelinha irrequieta de 3 meses ( se ficasse na AC imaginam a destruição...) tivemos nesta viagem de optar por restaurantes com esplanada e o sol foi nosso amigo... Almoçamos deliciosamente na casa de pasto "A taberna" , era domingo, dia de cozido à portuguesa, e se estava bom, assim como o bacalhau à Brás dos meninos... Tudo muito bom, serviço simples, bem servido, económico e simpático...



Já de novo na AC prosseguimos para o cais mineiro do Pomarão, onde encontramos estacionadas várias ACs com os seus habitantes a aproveitar o sol nesta recôndita região do nosso Alentejo... 










Continuamos pela EM 514 para Mértola...

2 comentários:

  1. Aqui está um dos locais em Portugal que mais temos curiosidade em visitar. A ver se conseguimos dar lá um santinho este Inverno :)
    Gostamos muito do relato!
    Beijinhos nossos

    ResponderEliminar
  2. Obrigado VagaMundos! É de facto um local muito interessante e as ruínas revelam a dureza do trabalho mineiro. A praia fluvial é tão bonita!!! Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...